sábado, 22 de fevereiro de 2014

Na Natureza Selvagem



NA NATUREZA SELVAGEM (Into the Wild, 2007, 148min)
Produção: Estados Unidos
Direção: Sean Penn
Roteiro: Sean Penn, baseado no livro de Jon Krakauer
Elenco: Emile Hirsch, Marcia Gay Harden, William Hurt, Jena Malone, Kristen Stewart, Hal Holbrook, Vince Vaughn, Catherine Keener, Brian H. Dierker.

É fato que a maioria das pessoas gosta de “Na Natureza Selvagem” (2007), e isso não se dá apenas por esta ser uma grande obra cinematográfica; vejo amigos no Facebook venerando a famosa fotografia de Christopher McCandless sentado defronte ao ônibus que o abrigou em seus últimos dias e percebo que, independente da trilha sonora, das atuações do elenco, da direção de Sean Penn ou de qualquer outro detalhe, o filme ganha só por sua história – e, muito mais que isso, ganha por ter uma reflexão (e ela está explícita!) a ser passado ao público. Reflexão essa, aliás, que até hoje nos soa como um “tabu”: afinal, como alguém de família classe média-alta e estudante universitário diferenciado, decide se afastar do convívio social para viver na natureza? Ou melhor, para viver A natureza?

Assim, o andarilho (vivido nas telas por Emile Hirsch) ruma sob o codinome de Alexander Supertramp, levando consigo em sua mochila a “desobediência civil” e outros ideais. Entretanto, o que faz de McCandless/Supertamp uma pessoa extremamente diferenciada são seus pequenos gestos: ele quer ouvir experiências de todos os tipos, é contra qualquer ideia de “lar”... no fim, o próprio garoto leva tudo tão a sério que acaba entrando em contradições.

Baseado na biografia escrita por Jon Krakauer sobre as andanças de Chris McCandless e com roteiro adaptado pelo diretor Sean Penn, é certo que o road movie vai abusar do olhar fotográfico de Eric Gautier e não se abster das imagens naturais, as quais variam do início ao fim, passando por climas e relevos dos mais variados. Além disso, acalentado pelos embalos comoventes da musicalidade do líder do Pearl Jam, Eddie Vedder, o filme representou um importante passo na carreira de Sean Penn como diretor, fazendo-o alçar voo e abrindo portas para novos projetos. 

por Bruno Barrenha

3 comentários:

Hugo disse...

É um belíssimo trabalho de Sean Penn e como vc citou no texto, com ótima fotografia e trilha sonora.

Tudo isso valorizado pelo elenco.

Abraço

Kamila disse...

"Na Natureza Selvagem" é um manifesto de vida. Uma obra muito sensível e dirigida com muito esmero por Sean Penn, com a atuação inspirada de Emile Hirsch.

Kamila disse...

"Na Natureza Selvagem" é um manifesto de vida. Uma obra muito sensível e dirigida com muito esmero por Sean Penn, com a atuação inspirada de Emile Hirsch.